Fernando de Noronha tem novo protocolo de segurança para a entrada de visitantes


André Rigue, da CNN, em São Paulo
17 de dezembro de 2020 às 07:48
Praias de Fernando de Noronha
Praias de Fernando de Noronha
Foto: Divulgação/Prefeitura de Fernando de Noronha

O arquipélago de Fernando de Noronha adotará novas medidas de flexibilização do turismo a partir da próxima segunda-feira (21). Para poder entrar na ilha, os turistas que não tiveram Covid-19 poderão realizar exames com 48 horas de antecedência da viagem.

Anteriormente, era exigido exame com 24 horas de antecedência ou no dia do embarque. As medidas foram publicadas nesta quarta-feira (16) no Diário Oficial de Pernambuco.

Leia também:
Justiça proíbe entrada de turistas em Búzios e fecha estabelecimentos comerciais
Hotéis do Rio de Janeiro ganham certificação para receber pets como hóspedes
Guia: As regras dos principais destinos turísticos do Brasil na pandemia

O resultado negativo deverá ser apresentado pelo exame RT-PCR no balcão da companhia aérea, no momento do embarque para a ilha, no aeroporto de origem.

Para as pessoas que tiveram Covid-19, deve ser apresentado o exame RT-PCR com no mínimo 20 dias antes do embarque ou, no máximo, 90 dias antes.

“Essa foi uma mudança boa para o turista e para a ilha. Para o turista porque dá mais tempo dele fazer o exame e ter o resultado, e para a ilha porque o exame agora será exigido no embarque. Não vai ter o risco de a pessoa chegar na ilha sem o resultado negativo, diminuindo o risco de levar a doença para o arquipélago”, afirmou Guilherme Rocha, administrador de Noronha.

As demais regras seguem em andamento: utilização obrigatória de máscaras em ambientes públicos, distanciamento social, uso de álcool em gel e utilização do aplicativo Dycovid (que notifica o usuário sobre possível contato de risco) durante o período de estadia em Fernando de Noronha.