Falta de medicamento ameaça transplante de medula óssea no Brasil


Da CNN, em São Paulo
14 de janeiro de 2021 às 05:30

Os mais de 5 mil brasileiros que aguardam na fila do transplante de medula óssea podem ter mais um problema em 2021, além das dificuldades impostas pela pandemia. O fornecimento do bussulfano, um medicamento imprescindível para a maioria dos pacientes que farão o transplante, está sob ameaça a partir de junho deste ano. A única empresa que o comercializava para o Brasil vai interromper a produção. Até o momento, Anvisa e Ministério da Saúde não encontraram uma solução para o problema -- que, na verdade, não é nada inédito. Médicos hematologistas alertam que essa não foi a primeira e pode nem ser a última vez que faltam medicamentos importantes que salvam vidas. 

Neste episódio do E Tem Mais, Evandro Cini fala com Mariana Gomes Serpa, hematologista do Hospital Sírio-Libanês, para entender a importância do bussulfano no tratamento de pacientes com doenças do sangue, como a leucemia. Na sequência, a conversa é com Juliana Sobreira, que é médica hematologista do Serviço de Transplante de Medula Óssea da Santa Casa de São Paulo.

Leia e assista também:

Confira quais documentos serão necessários para receber vacina contra a Covid-19

Aposentados do INSS começam a receber benefício com reajuste a partir do dia 25

Fiocruz envia carta ao Butantan dizendo que Coronavac é ‘alento para sociedade’

Conheça os podcasts da CNN Brasil:

5 Fatos

Abertura de Mercado

Horário de Brasília

Na Palma da Mari

O Que Eu Faço?

Todo o conteúdo da grade digital da CNN Brasil é gratuito.

(Publicado por Amauri Arrais)

E Tem Mais
O podcast E Tem Mais, episódios de segunda a sexta
Foto: CNN Brasil