Auxílio emergencial pode ser ressuscitado com Lira ou Baleia Rossi na Câmara

O candidato governista, que havia se colocado contra a medida, diz agora que é favorável ao auxílio desde que caiba dentro do teto de gastos

Fernando Nakagawa
Por Fernando Nakagawa, CNN  
19 de janeiro de 2021 às 06:47 | Atualizado 19 de janeiro de 2021 às 08:07

 

A poucas semanas da votação, a disputa pela presidência da Câmara está cada vez mais acirrada. Os dois mais cotados para ocupar a cadeira são Baleia Rossi (DEM-SP), o candidato de Maia, e Arthur Lira (Progressistas-AL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro. Independentemente de quem ganha, de uma coisa ficamos sabendo nesta segunda-feira (18): ambos podem inaugurar uma versão 2.0 do auxílio emergencial. 

 

Abertura de Mercado


Neste episódio do Abertura de Mercado, entenda a declaração de Lira sobre a criação de um auxílio que não mexa no Teto de Gastos.

Ouça ainda sobre a falta de insumos para produção de vacinas no Brasil, como a recusa em vacinar-se pode acabar em demissão por justa causa e a prisão do presidente da Samsung pela segunda vez na Coréia do Sul.

Na agenda desta terça-feira (19), começa a reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central, que decide o patamar da Selic. No exterior, saem os dados da inflação, da confiança e expectativa do consumidor na Alemanha.